hmmm Waffles…
Imagine… você está andando por um mercado em Bruges ou Bruxelas, Bélgica, e sente um cheiro bom que atrai a todos a uma barraquinha. Um cheiro guloso, de pão fresco e caramelo. Ele te prende, desperta seu paladar, o coloca em um estado de quase êxtase. Este é o waffle de Liège uma maneira diferente de fazer waffles onde a massa é mais densa e tem uma textura que lembra a de brioche. No Brasil da minha infancia eu comia nas festas e eventos grandes como feira de cães e cia ou bienal do livro… eles o chamavam de Favo Holandes, depois de assado era mergulhado em uma cobertura, que depois com a experiencia entendi que era um fondant, tinha de sabor chocolate, baunilha, morango e as vezes até abacaxi…  Tantas lembranças! Este tipo de waffle é bastante diferente do waflle convencional não só pelo seu sabor, mas tambem pela sua textura: mais grosso, macio por dentro, crocante por fora, com seus grãos de açúcar caramelizado que leva ao seu cheiro caracteristico. 

os melhores waffles do mundo

Eles se chamam Waffles Lìege

A origem é Belga, lá como na França eles tambem chamam este Waffle chamado de Gauffre 

Na verdade a Bélgica é bem conhecida por seus waffles. Existem muitas receitas diferentes, como os waffles de Bruxelas ou os waffles Walloon. Todas elas muito diferentes e gostosas. O waffle Liège é especial porque nele é incorporado a sua massa cristais grandes de açucar. É este açúcar que os torna sensacionais. Isso lhes dá um gosto tão bom que não é necessario colocar mais nenhuma cobertura. No Brasil da minha infancia quando comia este waffle/favo holandes não havia cristais de açucar na massa e por esta razão, acredito eu, que os mergulhavam em uma cobertura. 

Notem que o açucar usado não é igual ao açucar pérola, ele é maior. Mas senão encontrar este grandes pode usar o pérola.

Como fazer ?

Entenda que para fazer waffles Liège bem feito leva tempo. Nesta receita eu tenho (há inúmeras) você primeiro prepara o fermento para depois incorporar o resto dos ingredientes. A massa é preparada em uma batedeira (ou à mão, mas aí será um enorme desafio!), com o fermento fresco, ovos, açúcar, farinha e manteiga. Apenas quando tiver subido bem, os cristais de açúcar são adicionados). Em seguida, a massa é dividida em porções e após mais um descanso eles podem ser cozidos.

Qual maquina para os waffles Liège?

Qualquer boa maquina de waffle serve para o cozimento, porém é necessário que esteja bem quente para o waffle sair bem dourado. E quando é cozida, a cozinha é dominada por um cheiro que atrai os gourmets da rua toda .

Como armazenar?

Depois de cozidos, eles devem esfriar em uma grelha para manter a crocância. Quando estiverem completamente frios, coloque-os em uma caixa hemértica (o ar é o seu principal inimigo), e eles podem serguardados por vários dias. Esta é a mesma técnica que os waffles de feira. Outra forma de mante-los frescos é congela-los depois de frios. Eles congelam muito bem. Mas pense em tira-los do congelador e deixa-los em temperatura ambiente algumas horas antes de comer.

Para reaquecê-los, 20 segundos no microondas é tudo o que é necessário para recuperar a textura, o calor a alegria !

Waffles Liège Receita

Para o fermento

130 grs de farinha bem fina (com alto teor de glutem)

70 grs de água morna

3 grs de fermento de padeiro fresco (dividir por 3 para fermento de padeiro seco).

Misture tudo com o gancho da batedeira, e deixe 2 horas à temperatura ambiente, (sob uma toalha humida protegido de corrente de ar).

Em seguida junte ao fermento:

200 grs de farinha T 45

35 grs de açúcar refinado ou outro

4 grs de sal fino

2 ovos

Misture por 5 minutos na velocidade 1 da batedeira, sempre com o gancho.

Adicionar 180 grs de manteiga sem sal em temperatura ambiente

Misture 10 mns na segunda velocidade, ainda com o misturador.

Deixe a massa crescer por 1 hora, bata novamente na  batedeira.

Embru-lhe a massa com papel filme e leve na geladeira por pelo menos 2 horas.

Abra a massa, e acrescente 100 grs de açúcar em cristais (pode colocar açucar perolado), dobre-a e faça uma salsicha.

Corte em 16 partes (ou em 8 se preferir waffles maiores), enrole, achate com a palma da mão, coloque em uma assadeira, polvilhe açúcar de confeiteiro e coloque um pano de prato humido e deixe para descansar por cerca de mais 2 horas à temperatura ambiente longe de correntes de ar.

Unte sua maquina de waffles e a aqueça bem antes de colocar a massa. 

O açúcar de confeiteiro se carameliza enquanto cozinha, e os cristais de açucar dentro da massa derreteram um pouco, mas permaneceram crocantes…maravilha absoluta !

waffles deliciosos

Atenção :

As crianças neste momento já estão em estado de euforia inebriadas pelos odores caramelados que se espalham pelo ar.

É possível que os vizinhos batam na porta também curiosos pelo cheiro que vem da sua cozinha. Se isso acontecer, sugiro correr para preparar outra fornada : ) 

Para mais receitas de waffles (algumas mais rápidas do que esta) clique aqui!

Você sabia que o Eu Como Sim organiza viagens e passeios gastronómicos em Paris e arredores? Clique aqui para saber mais!

0o Comentários

  1. Obrigada pela receita, com certeza farei. Fiquei em dúvida sobre a quantidade de fermento: se usar fermento seco será apenas 1 grama?

  2. CRISTIANE VON GALEN Reply

    Kaka que sds.

    Nossa que receita TOP, meus filhos irão amar.

    Sabe que faço muitos aqui no Brasil, mas nenhum como essa receita (onde deixamos crescer como pão), achei D+.

    Bjs para você

    • Karen Goldman Reply

      querida! que saudades! faz e depois me conta.
      os meus filhos ficam loooucos quando eu faço aqui, espero que os seus tambem gostem!
      beijo enorme!

  3. Olá, o fermento fresco pode ser substituído pelo seco?

    • Karen Goldman Reply

      sempre, na proporção 3g de fermento fresco para 1g de fermento seco.

      abs

Escreva um comentário