Julia Child no seu livro a Arte da Culinária Francesa descreve o Boeuf Bourguignon como: “Certamente um dos pratos mais deliciosos inventados pelo homem.”

O Beef Bourguignon é um ensopado de carne de vaca cozida em vinho tinto baseado em dois produtos de excelência na Borgonha: a carne (principalmente a de boi Charolês) e o vinho. O Boeuf Bourguignon é cozido lentamente para o vinho impregnar todos os ingredientes.
Provavelmente, a técnica de ferver a carne em vinho surgiu como um meio de amaciar os cortes que teriam sido muito difíceis de cozinhar de outra forma. Conta-se que a primeira receita foi escrita por Auguste Escoffier. No entanto, ela já era realizada muito anos antes dele nascer.

A receita abaixo foi tirada e adaptada por mim : ) do livro Daily Marx do maravilhoso chef Thierry Marx.
Todo e qualquer cozido fica mais gostoso se preparada no dia anterior e requentada no dia seguinte.

Boeuf Bourguignon – para 4 pessoas 
(30 min de preparação, 1h de cocção e 5h de repouso)
1kilo de Alcatra, músculo ou colchão mole cortado em cubos
1 cenoura grande
1 alho póro
1 cebola
1cabeça de alho inteira com casca
50g de farinha
1 litro de vinho tinto bom
200g de champingons de Paris, pode ser em conserva
200g de cebolinha pérola, pode ser em conserva
100g de bacon (opcional)
1 colher de sopa de óleo
Sal e pimenta

Em uma grande tigela prepare a marinada: a cebola cortada em quatro, a cenoura cortada em pedaços não descascada, o alho póro cortado em pedaços (parte branca e verde), a cabeça de alho debulhado e com casca, sal, pimenta e o vinho tinto. Junte os cubos de carne nessa marinada e coloque na geladeira por 5 horas. Doure o bacon e reserve.
Pré-aqueça o forno 200graus. Passe a marinada numa peneira para separar o liquido da carne e dos legumes. Não descarte o líquido! Em uma panela que possa ira ao forno aqueça um pouco de óleo e frite os cubos de carne para selar o suco evitando que a carne perca liquido durante o cozimento. Retire a carne e agora frite os legumes, os champingnons e as cebolinhas até dourar. Retire-os, descarte o óleo que sobrou na panela. Separe os champingnons, as cebolinhas e reserve.
Volte a carne e os legumes para a panela e agora em fogo alto, adicione a farinha. Misture bem, você vai ver que a farinha mudará a cor da carne e dos legumes.
Jogue o líquido da marinada, deixe ferver. Retire do fogo, feche a panela e leve ao forno préaquecido por 45min a 1h. Nos 15 minutos finais acrescente os cogumelos, as cebolinhas e o bacon.
Vale lembrar que este é um prato para fazer de véspera e comer no dia seguinte ou até dois dias depois.

Sirva com uma massa, arroz ou com batatas.

0o Comentários

  1. Bom dia ,
    Eu moro em Marseille e queria saber qual a carne aqui na França seria equivalente a essas carnes da receita ? E tb queria saber se posso cozinhar apenas no fogão pois não tenho uma panela que vá ao forno !
    Obrigada
    Adoro seu site
    Bjs
    Amanda

  2. Danielle brito Reply

    Olá. Fiquei na dúvida se era pra usar vinho suave ou seco.

    • Tinto, seco e leve Danielle, se possivel um bom vinho da Borgonha : )

  3. nora nei henrique de oliveira Reply

    QUAL É O TIPO DE FARINHA A SER USADA? OBRIGADA

  4. No modo de preparo vc fala sobre caldo de carne em cubos mas não colocou entre os ingredientes, quantos são?

    • Oi Jenny,
      não é caldo de carne em cubos não, são cubos da carne ( a carne cortada em cubos) Da uma olhada na receita ta lá!
      um abraço!

    • Que bom Mariana, fico feliz que tenha gostado!
      um abraço, Karen.

  5. Ana Paula Juliani Reply

    Fiquei na dúvida se recoloco na panela com a carne só o líquido da marinada ou também os legumes/temperos. Já comi esse prato só com o molho e tb com os legumes a mostra. Não sei como é o mais correto.Obrigada

    • Vamos lá:
      voce coa a marinada, separa a carne, os legume e o liquido. NAO DESCARTA NADA.
      Doura a carne para selar. Tira a carne. Doura ou legumes, tire o excesso de oleo da panela. Junte a carne aos legumes na panela.
      Junta a farinha e deixa dourar. Junta o liquido da marinada.

  6. Fernanda bande Reply

    Só uma dúvida…no filme da julie e Julia nas 3 cenas que este prato está sendo feito aparecem as personagens derramando vinho na panela e levantando uma fervura densa e “bonita” por assim dizer…vi em vários sites a receita adaptada de alguma forma e ninguém usa o vinho no fogo, só na marinada! Pode me explicar se tem diferença de preparo?

    • Bem, acredito que a cena que voce se refere no filme pode ser mais que qualquer coisa uma licença poetica. As receitas de Boeuf Bourguignon são pautadas principalmente pelo principio de marinar a carne dura no vinho para que ela amoleça e o sabor do bom vinho da borgonha penetre e releve seu sabor. Creio que acrescentar durante o cozimento trará mais personalidade ao molho mas não interfirará no gosto da carne já que essa já foi marcada durante a marinada.

    • Quando digo vinho seco que tem que ser um vinho com baixo teor de açucar. POde ser um: Cabernet Sauvignon, Merlot, Pinoit Noir.

  7. Olá, gostaria de saber se o alho com casca fica até o final da receita ou se quando eu peneirar para separar o liquido da carne e dos legumes eu retiro o alho.

  8. Manuel Valente Reply

    Minha dúvida é se tem que ser “colchão ” de molas ensacadas ou pode ser um daqueles antigos.

    Gente “colchão mole” foi demais!

      • O nome do corte é Coxão (coxa grande) – foi com isso que o colega brincou – não colchão.
        Coxão mole =chã de dentro
        Coxão duro =chã de fora
        De acordo com a região 😉

        • eu sempre achei que fosse colchão: colchão mole e colchão duro : ) boba eu..

  9. Alex Ribeiro Reply

    Olá, eu devo preparar esta receita no próximo sábado, para o almoço de domingo. Aqui em Fortaleza eu raramento acho alho poró ou salsão, o que posso usar para substituir?

    • Serio Alex, não acha nem salsão (em alguns ludares chama de aipo, ele é importante). o que voce tem de legume por ai? pode adaptar colocando algum da regiao ou enteão, no caso do alho poro simplesmente coloque um pouco mais cebola, eles são primos

    • Oi, Alex
      No supermercado Pão de Açúcar tem o salsão , sempre compro no do Náutico 😊 .
      Abraços 🤗. .

  10. Arnaldo Rentes Reply

    Parabéns, pelo site e pela concisão como passou a receita. Faz tempo não a faço e foi uma ótima lembrança.
    Mas do jeito que anda a coisa… quando puser de novo as mãos num Borgonha, vou comemorar bebendo…
    Para as carnes, vou provavelmente de Laviña – tinto seco, é claro. É leve, nāo “desmonta” na fervura;
    honesto o bastante, enfim. No Extra, R$11 a garrafa.
    Depois digo como ficou!

    • Obrigada pela mensagem Arnaldo. Volte para contar como ficou seu Bourguignon

  11. Nos ingredientes, não fala a quantidade de farinha…quanto colocar?

  12. Rafael Cambui Reply

    Ficou excelente. Nunca havia feito. Maravilhoso!!!
    Prato de chef

  13. Amiga querida!!! Fiz essa receita esse final de semana (fiz ontem para comer hoje)…. Que delícia de receita!!! Simples, e cheia de sabores… A casa fica toda perfumada… Obrigada por compartilhar!

    • aahhh que mensagem mais deliciosa de receber! Fico muito feliz.
      beijo grande e abraço apertado : ) <3

  14. Pingback: 10 filmes para saborear no seu Dia de Folga – Blog Dia de Folga

Escreva um comentário