Especial Espinafre

Dossiê Espinafre:
Como escolher, cozinhar, guardar, combinar…
descubra todos os segredos deste delicioso vegetal.

História e características do espinafre

Provavelmente nativo da Pérsia, o espinafre foi introduzido na Espanha pelos árabes, depois na França volta do ano 1000. Pouco a pouco, espalhou-se por toda a Europa. Naquela época, bolinhas desta folha prensada eram vendidas sob o nome de “espinoche”. Mas essa “erva de quaresma”, como era chamada, não era muito apreciada e servia muito mais para fazer cataplasmas, destinados a curar as dores do estômago e do fígado, do que à gastronomia.

Foi Catarina de Medici que trouxe com ela em suas malas este que era um dos seus vegetais favoritos. Mal sabia ela que o espinafre era amplamente cultivado na França porém pouco consumido e para outros fins. E foi a partir dai que pouco a pouco o espinafre foi introduzido e amplamente consumido.

Esta é a razão que nos restaurantes todos os pratos que levam no nome a palavra “Florentino” levam espinafre na receita, esta é uma homenagem a Florença, cidade que Catarina de Medici deixou no século 16 para se casar com o rei da França.

Hoje o espinafre é conhecido em praticamente todo o mundo. E ele certamente não teve melhor embaixador do que Popeye.

Epinard-Lagos
Como escolher o espinafre

Escolha com as folhas verde-escuras, lisas, tenras e carnudas. Descarte as folhas amarelas e murchas e prefira os brotos jovens, geralmente mais macios.

10659324

Como armazenar e cozinhar espinafre

Mantenha por no máximo dois dias na gaveta do refrigerador. É frágil e rapidamente perde suas vitaminas uma vez recolhido, então cozinhe eu diria para você cozinhar no máximo no dia seguinte à compra.
Lave-a somente quando for usá-la, pois ela fica úmida, ela decai rapidamente.
Uma vez lavada com grandes quantidades de água, você pode consumi-lo cru ou cozinhado.
O Espinafre mantém-se muito bem no congelador. Ele deve primeiro ser fervido por alguns minutos, depois espremido com as mãos, a fim de eliminar toda a água que ele absorveu.

poelee-d-epinards-frais-au-beurre

Como cozinhar e combinar o espinafre

Comê-lo cru, em salada ou em um sanduíche, como fazemos com agrião (que se ele casa muito bem, por sinal). Neste caso, prefira unir folhas jovens. Não é necessário remover a haste central.
Não hesite em combina-lo com maçãs, queijo parmesão, mozzarella, gomos de laranja em um salada colorida e refrescante.
Para cozinhar o espinafre : ele pode ser fervido rapidamente em água com sal. Mas, para preservar ao máximo suas qualidades nutricionais, o melhor cozê-lo ao vapor. Ou talvez alguns minutos na wok. Em todo caso, saiba que estamos falando de uma folha delicada, é suficiente acompanha-lo de um pouco de manteiga e suco de limão.
Um bechamel, creme de leite e os ovos são amigos do peito do espinafre.
O espinafre é um acompanhamento ideal para carnes como a de vitela e frango e especialmente boa com peixes como o salmão e o bacalhau.

Ele entra em tortas, massa, sozinho ou acompanhado com queijo fresco e por que não, com um punhado de passas.
Espinafre adora um gratinado seja uma lasanha, com batatas ou o que mais você imaginar. E finalmente por fim, mas não menos importante saiba que o espinafre e o alho são uma casamento de uma vida.

Receitas

Quinche de ricota com espinafre

Frittata de espinafre e ricota

Ovos Mexidos com Parmesão e Espinafre (receita para 1 pessoa)

Kibe de Abóbora com Espinafre

 

 

One Comment

  1. Isabela Gomide says:

    Amo espinafre!! Mas além das receitas, que testarei todas, o seu post foi ótimo para mudar os cuidados com ele! E entender a origem fo Fiorentino! Mais uma vez,obrigada!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*