A Pavlova é uma sobremesa em forma de bolo que tem como base o merengue.
Seu nome é uma homenagem à bailarina russa Anna Pavlova. Foi inventada depois de uma viagem dela à Austrália e Nova Zelândia e ambos os países reivindicam a invenção da receita.

A idéia principal aqui é de assar lentamente o suspiro de maneira que ele fique crocante por fora e macio por dentro.

A Pavlova é uma ótima alternativa de sobremesa sem glúten. E o que eu mais amo nela é sua enorme versatilidade. Ela realmente aceita qualquer coisa, no caso desta receita pra rechear eu usei o chantilly, mas voce pode usar outro tipo de creme como: creme patisserie, ganache, lemon curd.. Depois é só decorar com as frutas que preferir. Leia a receita toda antes de começar, há algumas dicas importantes a serem seguidas.

pavlova eu como sim

Pavlova de maracujá e manga


4 claras
1 xícara de açúcar branco
1 colher de chá de vinagre branco
1 colher de chá de maizena
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
2 xícaras de creme de leite fresco (ou nata, não pode ser light)
1 xícara de açucar de confeiteiro
1 manga cortada em cubos
6 maracujás (só a polpa)

Preaqueça o forno a 110 graus. Forre uma assadeira com papel manteiga

Limpe muito bem o bowl da batedeira e o batedor antes de começar a receita, a gordura é o maior inimigo do merengue (se possivel coloque bowl e o batedor no freezer 30 minutos antes de começar a receita). Quando estiverem bem gelados coloque as claras na bowl e começe a bater lentamente, bata até formar picos moles. Junte a baunilha, adicione o vinagre e aos poucos, adicione o açúcar branco previamente misturado a maizena, um pouco de cada vez, batendo bem entre cada adição, até que o creme fique bem espesso e brilhante.

Com ajuda de uma forma, traçe um ciculo no papel manteiga, isso ajudará a te guiar em seguida, usando uma espátula grande, delicadamente coloque o merengue em forma de disco.

pavlova eu como sim

Leve ao forno pré-aquecido e asse por cerca de 1,5 a 2h ou até que um palito inserido no centro saia limpo. Desligue o forno e deixe a pavlova esfriar por cerca de 3 horas, eles deve secar completamente. Não abra a porta até que o forno está totalmente fria.

pavlova eu como sim

Bata creme de leite fresco até formar picos moles junte o açucar de confeiteiro e bate novamente até formar picos médios e espalhe este creme sobre a pavlova resfriado. Decore lindamente com a manga e o maracujá.

Editado 1 de Maio/20

Provavelmente você já encontrou este ingrediente em algumas receitas (americanas): creme de tártaro. Talvez até já o tenha usado numa receita – é um ingrediente comum para fazer merengues ou coberturas de merengue…

Mas o que sabe que é exatamente cremor tartaro?

O creme de tártaro é um pó branco fino, inodoro e ligeiramente ácido. Pode ser confundido com fermento em pó.

Porque se chama creme de tártaro?

O nome químico desta substância é bitartarato de potássio ou tartarato monopotássico.

De onde é que vem, como é feita?

O creme de tártaro é um produto 100% natural. É um subproduto da vinificação! É obtido a partir dos sedimentos deixados nos barris após o processo de vinificação. Uma vez esvaziado o depósito do  vinho, as paredes são raspadas. Os cristais colhidos são limpos, triturados e refinados para formar o cremor de tártaro.

Utilização alimentar de creme de tártaro :

O uso mais comum de cremor de tártaro é para estabilizar e dar volume aos ovos batidos: soufflés, merengues ou Angels Cake… O cremor tártaro não só estabiliza as claras de ovo como tambem permite manter a sua textura quando batidas e aumenta a sua tolerância ao calor.

Isto é muito útil, para fazer o merengue da Pavlova uma que vez depois tem de ser cozida em forno quente. O recheio de merengue conserva bem a sua forma e não derrete.
O cremo de tártaro é também útil para estabilizar as claras em neve ou para evitar a descoloração dos legumes cozidos em água (atirar uma pitada de cremor de tártaro na água antes de adicionar os legumes).

Fermento Caseiro

Também pode ser utilizado para fazer um fermento em pó caseiro: 100g de creme de tártaro + 50g de bicarbonato de sódio + 50g de amido de milho. Misture bem. Armazenar num frasco hermético, longe do calor e da humidade. Este fermento em pó pode ser conservado durante vários meses.

O Cremor Tartaro não tem efeitos secundários na saúde no caso do consumo comum em preparações alimentares e pode ser consumido sem risco. No entanto, a dosagem deve ser respeitada. Não é recomendada a utilização deste produto como laxante ou como desintoxicante hepático (sem benefícios comprovados, risco de desidratação e irritação do intestino).

 

Pavlova Morango (à pedidos: para quem tem cremor tártaro)

4 claras
1/4 colher de chá (1,25g) de cremor tártaro (você pode achar em lojas especializadas em confeitaria)
2/3 xícara (80g) de açúcar mascavo para mim mas qualquer um funciona
500ml  creme de leite fresco da melhor qualidade
20g de açúcar de confeiteiro
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
2 xícaras de morango ou frutas de sua escolha
algumas folhas de menta fresca

Pré-aqueça o forno 150C. Bata as claras na batedeira até ficar espumosa, neste ponto adicione o açúcar e o cremor tártaro até a clara em neve formar picos rígidos. Espalhe em uma assadeira coberta com papel manteiga ou num tapete de silicone. Coloque no forno e reduza imediatamente a temperatura do forno para 120C . Asse por 1 1/2 hora ou até o merengue ficar seco e duro ao toque (continuará a endurecer um pouco assim que sair do forno). Reserve.

pavlova eu como sim

pavlova eu como sim

Enquanto assa, prepare o creme de chantilly:  bata o creme de leite fresco com a essência de baunilha e o açúcar de confeiteiro.

Simplesmente cubra o merengue com chantilly e frutas de sua escolha.
Você vai ver que é uma loucura!

pavlova eu como sim

 

0o Comentários

  1. Estou fazendo pela primeira vez (testes para Pessach), ele cresce para caramba no forno!! Mas tá ficando lindão! Depois te falo no final como ficou! Beijo

    • Gra, pra Pessach tambem, não dei xe de dar uma olhada no bolo de chocolate absoluto de chocolate com farinha de amendoas.
      bisou

      • A pavlova ficou divina!! Vou fazer o bolo de chocolate também! Vc tem alguma receita de mousse de chocolate infalível?? Bisous + saudades

  2. Dalva de Moraes Herzeg Reply

    Fiz muito Pavlova na minha pequena padaria. Usava também morangos ou pêssegos. Com creme e chantilli. Simplesmente deliciosa!

  3. Dalva de Moraes Herzeg Reply

    Simplesmente deliciosa. Fiz muito na minha pequena padaria. Fazia com morangos ou pêssegos. Chantilli e creme.

Escreva um comentário

Loading cart ...