Restaurante Porte 12 – Paris 10eme

Atras de um fachada discreta, passando por um profundo e gelado corredor onde antes encontrava-se uma boate e antes disso um famoso atelie de langerie haute couture. Funciona há exato um ano, o restaurante mais concorrido de Paris.

Porte 12 restauramte Paris - porta

A sala pequena e seus 30 lugares poderiam justificar a longa lista de espera mas não é isso. O Porte 12 é o melhor restaurante aberto no ultimo ano.

Seu proprietário o chef André Chiang é uma estrela. Seu restaurante André em Cingapura, é o número 6 na lista de 50 Melhores Restaurantes de 2014 da Ásia. Ele construiu sua carreira aprendendo com grandes chefs do calibre de Gagnaire, Robuchon, Barbot e Troisgros.  Mas a verdade é que ele nunca esta lá. A cozinha é comandada por Vincent Crepel.
Crepel é pupilo Chiang. Foi seu sous chef durante dois anos (antes disso já havia passado pelo Hôtel de Ville, em Crissier, Suíça (3 estrelas Michelin)). E de volta a sua terra natal, graças a sua competencia e criatividade ganhou carta branca de seu mentor na cozinha do Porte 12.

O menu do almoço é cheio de surpresas. O valor de 35 euros é alto e justificável.
Para divertir nosso paladar é servido uma pré-entrada que remete um jardim.  Pequenos rabanetes  enterrados numa falsa “terra” feita crumble de chocolate amargo, estão lá para serem mergulhados na imulsão de creme de fraiche com limão e citronela ao lado. Até aqui nada de novidade.

Mas enquanto bricavamos neste jardim, discretamente, é colocado em nossa mesa um brioche de farinha de arroz com a crosta levemente caramelizada. Cada mordida me lembrava as sobremesas caramelizadas dos restaurantes chineses de São Paulo. O brioche esta quente, sua massa era felpuda, branca, delicada e salgada. Tentei em vão pedir ao garçon detalhes da receita. Estava fenomenal.

Porte 12 restauramte Paris - amuse bouche

O almoço continua, e a minha entrada que no menu era descrita como “Cenouras” é uma das coisas mais linda que já vi num prato. Uma pequena cidade, com prédios e arvores em tons pasteis alaranjados, flores, folhas e alguns pedacões de miolo de pão que me lembravam rochedos. Eram cenouras nas suas diversas cores e formas. Crocantes e macias dentro, cobertas com um pó expesso e seco que dava uma textura granulada. O creme de azedinha escondido no interior dos prédios e árvores de cenoura equilibrava bem o prato.

Porte 12 restauramte Paris - entrada

Ai, logo depois veio o prato. Peito de leitão da fazenda, orgânico, cozido lentamente. Servido com vagem e baldroega (um arbusto de folhas suculentas, consumido a milhares de anos, esquecido mas que esta voltando a moda, seu sabor é acido e salgado). Regado com a redução do molho do proprio porco. A carne que é bom dizer, não precisava de faca para cortar e desfazia na boca. O molho tinha um sabor forte de carne e legumes delicioso, a vagem estava a perfeição e as folhas debaldroega emprestava a acidez. Excelente.
Porte 12 restauramte Paris - prato principal

Não esperava muito da sobremesa. Mordi a lígua, estava boa. A mousse de limão acompanhada de pomelo, merengue e financier deu um gran finale para esta refeição memorável.

Porte 12 restauramte Paris - sobremesa

Na deixe de pedir um café para provar os deliciosos bolinhos de baunilha.

20150828_144051

Porte 12
12 Rue des Messageries, 75010 Paris, França
33 1 42 46 22 64 É necessario fazer reserva
Aberto para almoço de terça a sexta das 12h as 14h
Aberto para o jantar de terça a sabado das 19h as 22h
Domingo e segunda fechado o dia inteiro.

Porte 12 restauramte Paris -conta

 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>