Algumas palavras sobre Paprika

A Paprika, Capsicum annuum var annuum, é uma pimenta da família das Solanaceae, que deve ser colhida bem madura, seca e transformada em pó.

paprika seca

Podem existir vários tipos de paprika em parte devido aos diferentes tipos de pimentas usadas na sua composição. Em parte porque o fabricante pode usar além do fruto, a sua haste e as suas sementes.

A Paprika é utilizada não só pelo seu sabor, mas também por sua cor vermelha viva que tão bem colore e complementa muitas receitas.

Um pouco de história

A pimenta paprika é nativa da América do Sul, mas já algumas centenas de anos é um símbolo da cozinha húngara.

Na verdade, a cultura paprika floresceu na Hungria, onde as condições de produção são ideais e uma das das melhores para elas se desenvolverem.

O uso da paprika na Hungria teriam se espalhado porque a maioria da população não podia comprar especiarias caras como a pimenta do reino por exemplo. Logo a Paprika, ligeramente picante, teria sido adoptada por todos as classes socias se tornaria um ingrediente essencial da cozinha húngara.

O tempero que cheira Hungria

paprika hugria

A Paprika doce é popular pela sua cor, pelo seu toque doce ligeiramente amargo, sabor sutil e muito aromático.
Traz uma picância suave que destacam e perfumam os pratos sem arder demais.

Já a Paprika picante é forte, isso porque as sementes são trituradas juntamente com o fruto. E como em todas as variedades de pimento, são nas sementes que estão os princípios mais pungentes.

tipos de parika

A Paprika é ingrediente indispensável em muitos pratos da Europa de Leste, incluindo o goulash, outros muitos outros guisados ​​de carne e aves. Mas também pode e deve apreciada com inumeros outros ingredientes como: queijos frescos, peixes, tomates, cebolas, abacate e complementando misturas de especiarias.

Aviso aos fãs da Paprika: ela deve ser consumida com rapidez.
Devemos guarda-la em um recipiente hermético, longe do calor e da luz.
Se ao olhar para o pó você notar que desapareceu à sua tonalidade de vermelho brilhante e se tornou um marrom ferrugem pode jogar fora o sabor já não esta mais lá.

Receitas com Paprika

Como não podia deixar de ser segue uma receita de Goulash, simplificada, porém muito gostosa e eficaz

Goulash simplificado (4 pessoas):
500 g de cebola
3 dentes de alho
1 kg de carne (colchão duro, musculo)
3 colheres de sopa de manteiga
1/2 litro de caldo de carne, caseiro (receita aqui) ou em cubo
3 colheres de sopa de páprica doce
1 colher de chá de cominho
1 colher de sopa de manjerona fresca ou seca (se não achar, pode ser manjericão)

Corte a carne em cubos de cerca de cinco centímetros de lado. Corte as cebolas em fatias finas. Esmague 3 dentes de alho. Derreta a  manteiga em fogo baixo. Adicione as cebolas e alho e mexa até que as cebolas estejam douradas. Retire-os da panela e na mesma jogue a carne e refogue em fogo alto.
Quando eles estão bem dourada adicione a cebola e o alho e misture. Polvilhe a paprika, misture e umedeça com caldo de carne misture bem. Adicione o cominho e manjerona. Tempere, prove e cozinhe por pelo menos 3 horas. Quanto mais tempo ele cozinhar mais a carne ficará macia e mais os sabores se revelarão.
Observações:
Em vez de o caldo de carne você tambem pode usar  cerveja.

Aqui uma receita que aprendi há muito tempo com uma amiga hungara. O segredo é o molho. Você pode subtituir a couve flor por vários legumes
como brocoli, batatas, cenouras, abobrinhas ou beringelas.

Couve-flor frito em molho de alho / paprika (receita hungara)

couve flor

1 couve-flor
2 colheres de sopa de farinha
2 ovos
100 g de farinha de rosca
Para o molho:
6 colheres de sopa de azeite
2 dentes de alho
1 colher de sopa de páprica doce
3 colheres de sopa de vinagre

Limpe a couve-flor e cozinhe por 6 minutos em água fervente. Escorra..
Enquanto isso prepare 3 pratos:
Um com a farinha, o outro com os ovos batidos e a último com farinha de rosca.
Role os couve-flor nessa ordem: a farinha, ovo batido e farinha de rosca.
Mergulhe-os no óle para fritar.
Em seguida, prepare o molho:
Em uma panela, refogue o alho esmagado no azeite e deixe por 5 minutos. Retire o alho e retire do fogo. Adicione a paprika, o vinagre e misture bem..
Jogue o molho na couve-flor e sirva em seguida.

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>