Dossiê Croque Monsieur: história, lenda, versões e melhor receita

No menu de qualquer respeitável café parisiense, você encontrará esse emblemático sanduíche: o croque monsieur. Na base ele nada mais é do que um misto quente. A verdade é que esse tostex com o tempo foi bem trabalhado, ganhou várias versões e voltou a moda na capital francesa. Hoje podemos encontrar lugares especializados em croque monsieur, versões ousadas e deliciosas.

Um pouco de história:

De origens indígenas
Foi na Austrália que encontramos um traço do mais antigo do antepassado de croque-monsieur: os aborígenes nômades consumiam sua caça do dia pressionando a carne entre duas fatias massa de trigo no topo da fogo da madeira, usando um grande clipe feito de madeira e ferro.
Séculos depois, em 1910…
Segundo a lenda mais conhecida, o croque monsieur foi criado por um café parisiense localizado no boulevard des Capucines. Em seguida, em 1919 ele já aparece na literatura nos escritos de Marcel Proust no livros “À l’ombre des jeunes filles en fleurs”.

Croque era o nome dado pão de forma molhado no ovo e passado na frigideira, mas por que Croque Monsieur?
Há várias versões, a minha favorita é dada pelo historiado René Girard, no seu livro ‘Histoire des mots de la cuisine française’. Segundo ele, no começo do século 20, o dono do bitrôt “Le Bel Age”, Michel Lunarca, que havia uma estranha reputação canibal, havia proposto em seu cardápio um novo sanduíche feito no pão de forma ao invés da tradicional baguette. Um cliente então perguntou qual era a carne dentro do sanduíche. Michel respondeu em tom de brincadeira: “de la viande de monsieur!” que quer dizer, numa tradução livre: é carne de um senhor/carne de gente.

021boulevarddescapucines11

Boulervard des Capucines, 1890

Presunto, queijo, pão e Pronto! Pro grill!
Tradicionalmente, o croque monsieur é um sanduíche feito com presunto e queijo (Emmental ou Comté) entre duas fatias de pão, tostado na frigideira ou no forno. Só mais tarde, teve-se a ótima idéia de espalhar o molho bechamel por cima.
Como é algo muito simples, as receitas são inúmeras e variam conforme as preferencias do cozinheiro. Mas pra mim, a melhor receita, é essa aqui:

le-vrai-croque-monsieur

Receita Croque Monsieur

Rendimento: 4 porções
8 fatias de pão de forma, se for um pouco envelhecido ainda melhor
60 g de manteiga amolecida
1 colher de sopa de mostarda (opcional)
4 fatias de presunto
Queijo emmental , comté ou prato. Ralado grosso

Pré-aqueça o forno a 240 graus.

Faça o molho béchamel (vou explicar abaixo).

Passe a manteiga e a mostarde em 4 fatias de pão

Em cima da manteiga, coloque uma fina camada de béchamel, uma fatia de presunto, mais uma fina camada de molho bechamel e o queijo ralado.

Cubra com a segunda fatia de pão, cubra uma ultima camada bechamel e queijo ralado.

Coloque os 4 sanduiches em uma assadeira coberta com papel alumínio. Asse 15 a 20 minutos sempre de olho. Tire o papel alumínio e deixe mais cerca de 3 minutos apenas para dourar a crosta.

Sirva com salada verde.

Receita Molho Béchamel

molho bechamel eu como sim

250ml de leite
20g Manteiga 20 g
2 colheres de sopa de farinha
sal, pimenta e noz moscada

Em uma panela grande, derreta a manteiga.
Em fogo bem baixo, adicione a farinha, não pare de mexer até ficar um coloração dourada.
Retire do fogo e reserve.
Leve o leite para ferver. Quando ferver, volte a panela ao fogo da farinha ao fogo e lentamente despeje o leite sobre a mistura, sem parar de mexer até obter a consistência de molho. Tempere com sal, pimenta e noz moscada.

Versões:

croque madame eu como sim
Croque madame? O croque madame é a mesma coisa só que coberto com um ovo frito (ou ovo a cavalo).

Sim, a receita tradicional é com o bechamel, mas sinta-se livre para acordar com molhos como o molho holandaise, molho de mostarde, molho de curry…

Os queijos e carnes também podem variar de acordo com as suas preferencias e claro, com que você tiver a mão!

Tão pouco tenha preciosismo com o pão, na hora de fazer a sua versão: pão de forma, pão italiano, pão integral, como dizem os franceses: fais toi plaisir (dê prazer a você mesmo).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>