Top 5 Padarias em Paris

Quando em Paris, não há nada melhor para fazer do que passear. Ainda melhor se puder parar em alguma padaria e provar uma baguette fresca, um pain au chocolate ainda quentinho ou um croissant saído do forno. Mas não se engane, não é em qualquer lugar que você terá uma boa experiência. Em uma cidade com tantas escolhas não é difícil se deparar com produtos, digamos assim, não tão  bons.

Foi por isso que tive a idéia deste post. Visitei algumas dezenas de padarias buscando suas especialidades, de croissants a pães com fermentação natural. De folheados de maça a baguettes integrais orgânicas. De mestres seculares aos recém-chegados chefs inovadores.
A seguinte lista apresenta cinco das minhas padarias favoritas em Paris, em nenhuma ordem particular.

Bon Apéttit!

MAISON LANDEMAINE

Landemaine
Desde a sua abertura em 2004, a Landemaine ganhou o carinho do público e agora tem diversas filiais em toda a cidade. A loja original é localizada na Rue de Clichy no 9º arrondissement. Fundanda por Rodolphe Landemain and Yoshimi Ishikawa após a consagração em Paris, os chefs acabaram de abrir uma filial+escola em Tokyo. O carro chef e absolutamente imperdível é o pão de fermentação natural o “Pain Clichy”.
Maison Landemaine
56, rue de Clichy, 75009 Paris
de Terça a Domingos das 7:00 – 20:00

LIBERTÉ

Liberte-Bakery-Paris-Mimi-Giboin-Remodelista-14
Um misto de padaria e doceria, a Liberté abriu suas portas em 2013 apenas no badalado Canal St. martinin 10º arrondissement. A cozinha aberta permite aos clientes verem e testemunharem a arte e cuidado gasto com cada um dos produtos vendidos la dentro.
Há várias especialidades, mas a reinvenção da tradicional torta de creme feita pelo chef da casa: Benoît Castel, é um verdadeiro deleite.
Maison Liberté
39 rue des Vinaigriers, 75010 Paris
De Segunda a Sábado 07h30 – 20:30


DU PAIN ET DES IDÉES

Bio-Breads-Inside-Du-Pain-et-Des-Idees
Ela fica em uma casa datada de 1889 e sua abertura foi em 2002, a pitoresca Du pain et des idées encontrar-se no 10º arrondissement , bem perto da Liberté (citada acim). Trata-se de uma padaria premiada, todos seus produtos são executados pelo chef-proprietário Christophe Vasseur. Seu pão “marca registrada” é deliciosamente chamado de ‘Pain des Ami ” pão dos amigos. Ele é cozido com uma técnica especial em forno a lenha, o que dá o pão um sabor defumado incomparável. Quanto aos doces, não deixe de provar seus caracóis de pistache e os croissants.
Du Pain et Des idées
34 rue Yves Toudic, 75010 Paris
De Segunda a Sexta das 6h45 – 20:00


LA FLÛTE GANA

DinanBoulangerieLaFluteGana_Shop
Desde que a padaria ganhou o concurso de melhor baguette em 1981 virou a estrela do 20º arrondissement. Muito mais do que apenas a favorita do bairro, a popularidade de La Flauta Gana se dá pelo amor dedicado à boulangerie. Fundada em 1934 eles já estão na terceira geração de boulangers”
Compre uma baguette tradicion, mas acima de tudo, leve um o pão “Gana” cuja a receita é um segredo bem guardado que não muda há mais de 30 anos.
La Flûte Gana
226 Rue des Pyrenees 75020 Paris
De Segunda a Sexta 7h00 – 20:00


POILÂNE

74548450_630df1ab4c

Por último, mas não menos importante, a Poilâne não poderia ficar fora desta lista. Fundada em 1932 por Lionel Poilâne na rue du Cherche-Midi, 6º arrondissement bem perto do metrô Saint-Germain-des-Prés. Esta padaria faz parte da história do bairro. Seu pão, que trás gravada a letra ‘P’ na crosta é conhecido em todo o mundo. De casca e miolo escuro há mais de 70 anos causa filas na porta da maison. Você terá que correr para pegar a fornada da manhã por volta das 7:30 ou da da tarde por volta das 18h se quiser garantir o seu.
Além de pão tradicional não deixe de provar a torta rústica de maça.
Poilâne
8 Rue du Cherche Midi, 75006 Paris
Segunda-feira – sábado 07h15 – 20:15

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>